VITRINE POLÍTICA


E A NOVELA DA FAMEG CONTINUA...

 

 

A Advocacia-Geral da União (AGU) conseguiu, no Supremo Tribunal Federal (STF), fechar novamente a Faculdade de Medicina de Garanhuns (Fameg), mantida pelo Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (Itpac). O objetivo é garantir que os estudantes não corram o risco de concluir o curso sem direito ao diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Em julho do ano passado, a AGU já havia conseguido suspender decisão do Tribunal Regional Federal (TRF), que permitia a continuidade dos trabalhos da Fameg, sem autorização do MEC. O Tribunal considerou suficiente um parecer do Conselho Estadual de Educação de Pernambuco, que concedeu credenciamento à faculdade para ofertar o curso. Agora, o STF reviu decisão que garantia o funcionamento, após recurso da AGU. A AGU levou ao conhecimento da Corte a decisão de primeira instância, que já havia reconhecido a ilegalidade da atuação da faculdade sem permissão da Administração.

 

A AGU sustentou que somente a União tem competência para autorizar, reconhecer, credenciar, avaliar e supervisionar entidades de ensino superior privadas. Cabe aos estados apenas a autorização de instituições de seu sistema de ensino. O STF concordou com os argumentos e manteve a decisão de primeira instância, que condenou o Itpac a devolver o dinheiro dos alunos com o vestibular, matrícula e mensalidades. A sentença também determina o pagamento de R$ 10 mil a cada um dos 60 estudantes matriculados, por danos morais.

 

O Itpac recorreu da decisão na última sexta-feira (15/05).

 



Escrito por Observador às 18h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eduardo deve investir em Zé da Luz. E Izaías vai querer apoiar Jarbas?

Como vocês viram na postagem abaixo, o deputado Izaías Régis aceitou o apoio do PTB a Eduardo Campos em 2006, contra sua vontade. Ele queria apoiar Mendonça Filho no segundo turno, por isso fez corpo mole na campanha do socialista Isso tudo porque Eduardo patrocinou a candidatur de Sandoval, que acabou dando um abalo nos planos de Izaías. Ele quase se rebelou.

Agora a história se repete. Eduardo deve investir pra valer na candidatura de Zé da Luz a deputado estadual, enquanto Izaías vai disputar o mesmo cargo na mesma região. Será que ele agora vai querer apoiar Jarbas, ou vai fazer corpo mole de novo sem nem falar o nome de Eduardo durante a campanha. E a ciumeira vai começar já no dia 6 de junho, quando o neto de Arraes tem encontro marcado com Zé da Luz aqui em Garanhuns.



Escrito por Observador às 11h38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÚNEL DO TEMPO II

Veja por que Eduardo Campos não gosta de Izaías Régis

Dia 05 de outubro de 2006 - Coluna Pinga Fogo - Jornal do Commercio

“Sem ódio e sem medo”

Está marcada para hoje a adesão do bloco trabalhista (PTB-PMN) à campanha eleitoral de Eduardo Campos. Era o caminho natural desses dois partidos, que apoiaram Humberto Costa no primeiro turno. Entretanto, o seu maior líder político, Armando Monteiro Neto, campeão de votos para a Câmara Federal (205.204), teve que administrar alguns problemas antes de decidir-se por esse caminho. Ao consultar os aliados, ele constatou que a maioria esmagadora defendia apoio a Eduardo Campos. Mas havia também um pequeno grupo, liderado pelo deputado Izaías Régis, a favor da adesão a Mendonça Filho.

Tudo por causa de questões paroquiais. Izaías Régis atribui a Eduardo Campos o patrocínio da candidatura do ex-prefeito de Brejão, Sandoval Cadengue, à Assembléia Legislativa, fato que o teria prejudicado na região. Sandoval não se elegeu. Mas somou 17.530 votos para a legenda do PSB. Isolado, Izaías curvou-se à vontade da maioria e vai estar hoje ao lado de Armando na formalização do apoio do seu partido ao PSB.



Escrito por Observador às 23h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÚNEL DO TEMPO I

Izaías Régis denuncia Luiz Carlos

Dia 17 de outubro de 2006 - Diário Oficial do Estado

A informação divulgada pela Prefeitura de Garanhuns de que serão construídas cinco mil casas populares no município numa parceria com a Caixa (CEF) foi rebatida pelo deputado Izaías Régis (PTB). De acordo com o parlamentar, foram construídas apenas 50 unidades habitacionais e há a previsão de erguer outras 150 até o final do ano.

"Uma cidade do porte do Recife não construiu cinco mil casas populares, como Garanhuns pode fazer? Isso representa praticamente a cidade de Jupi dentro de Garanhuns. Vejo o secretário de Imprensa da Prefeitura dizer esse absurdo em uma matéria do Diario de Pernambuco, publicada hoje (ontem). Pelo que sei, foram liberados recursos para 500 casas, mas, até agora, somente 50 foram erguidas", esclareceu.

De acordo com Izaías, o prefeito Luiz Carlos de Oliveira fez um cadastramento, durante a campanha eleitoral, para inscrever os interessados. Foram cerca de dez mil inscritos. Para serem incluídas nessa relação, segundo o petebista, diversas pessoas dormiram nas calçadas do Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, "com a expectativa de ter uma moradia". "Após isso, descobrimos que seriam enviadas cartas para os cadastrados prometendo a casa em troca do voto. Então, entramos na Justiça para impedir o envio das correspondências", destacou.

O petebista ainda censurou o prefeito por "tentar usar a parceria com a CEF para fazer palanque eleitoral e por não ter uma política social adequada". "Realizaram o lançamento das obras, no mês de junho, e fizeram um palanque. Na ocasião, prometeram a construção de duas mil casas e até as escolas fecharam para que o povo fosse ao evento. Denunciamos o caso à Justiça Eleitoral", salientou.

 



Escrito por Observador às 23h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




"Ele não acreditou na minha vitória", diz Luiz Carlos sobre José Chaves

O prefeito Luiz Carlos de Oliveira (PDT) disse que não mais votará no deputado José Chaves (PTB) para a Câmara Federal nas eleições do próximo ano. É que Chaves o deixou a “pão a água” na campanha eleitoral de 2008, por não acreditar em sua vitória, o que o obrigou a trocar de deputado. O namoro com José Múcio (PTB) está bem adiantado. Para a Assembleia Legislativa o seu candidato será o mesmo: Izaías Régis (PTB). O último filho da terra que se elegeu para a Câmara Federal foi Cristina Tavares (PMDB) 19 anos atrás.

 

 

Deputado José Chaves



Escrito por Observador às 23h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Em Garanhuns a grande obra é construir lugar para guardar carro velho

O prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira (PDT), viajou para Brasília nesta quarta-feira para tratar de assuntos do seu município. Constava de sua agenda oficial uma passagem pelo Palácio do Planalto para um encontro de trabalho com o ministro José Múcio (relações institucionais).

Antes do embarque, o prefeito delegou poderes ao procurador-geral da prefeitura, João Roberto Falcão, para ultimar o acordo com o Tribunal de Justiça mediante o qual cederá um terreno ao Judiciário para a guarda de veículos e bens apreendidos, em troca do antigo Fórum, localizado na Avenida Dantas Barreto, para a construção de um Centro de Artesanato.

A permuta tem o aval da diretora de engenharia do TJ, Rogéria Magalhães, filha do deputado Roberto Magalhães.



Escrito por Observador às 22h16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Luiz ruim das pernas

O prefeito Luiz Carlos (PDT) está mesmo ruim das pernas. Ouvi uma pesquisa hoje no Jornal da Sete, quando a pergunta era: "você daria um terceiro mandato a Lula, Eduardo e a Luiz Carlos?". O resultado foi desastroso para o pedetista. Das 19 pessoas que ligaram, apenas uma disse que votaria em Luiz Carlos mais uma vez.

Luiz Carlos e Hugo Chavez. Que semelhança há entre os dois?



Escrito por Observador às 13h38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Deputado ou promotor de eventos?

 

Ninguém entende mais Izaías Régis. Ninguém sabe o que ele quer ser da vida. Parece que Izaías cansou de ser deputado, mas não quer ficar longe da “boquinha”. Porque é lá na Assembléia onde ele se dá bem e consegue realizar suas festinhas milionárias.

 

Ele fala em ser deputado, mas no fundo, a alma se satisfaz vendo a esplanada Guadalajara ficar lotada de gente que tem condições de gastar cem ou duzentos reais por noite, comprando wisky e desfilando com suas namoradinhas pra todo mundo ver. Enquanto isso, ele recebe seus convidados nos camarotes e vai enchendo a cara a noite toda. Isso sim é que é ter vida boa.

 

Izaías está coberto de razão. Deixar a Assembléia? Nem pensar! Então vai fazer o que sabe de melhor: vender conversa fiada à população. Pasmem os senhores. Ficamos estarrecidas com a tamanha cara de pau do nosso deputado, numa de suas propagandas nas rádios da cidade.

 

Dizia a locutora: “Mais água para a população do Agreste Meridional”. Ah, que boa notícia! Mas até aí tudo bem. O cinismo veio depois. “Anuncia o deputado Izaías Régis”. Do jeito que vai, ele quer tomar não só o lugar dos promotores de eventos, mas também dos locutores da cidade, afinal ele só fez anunciar uma medida do Governo do Estado. É a velha história do “pegar carona no embalo dos outros”.

 

É absolutamente reprovável essa postura de Izaías. Ele tenta ludibriar a inteligência do nosso povo, dando a entender que foi ele quem conseguiu trazer esse sistema de adutora que o Governo está prometendo. No final da propaganda, o slogan do deputado: “é o deputado Izaías Régis trabalhando forte pelo desenvolvimento do Agreste Meridional”. Nem precisa investigar muito para ver que o texto lido pela locutora, foi retirado do site do Governo do Estado. Que cara de pau!

 

Alguém experimentou perguntar ao deputado Izaías onde foi parar o dinheiro que o Ministério do Turismo liberou através da ACIAGAM para o São João de Caetés? Porque até hoje eles esperam esse dinheiro por lá. A resposta vocês podem colocar aqui nos comentários.

 

Garanhuns está precisando mesmo é de um deputado com D maiúsculo. Precisamos de um homem aguerrido, que tenha vontade de trabalhar e que saiba fazer a coisa certa para desenvolver a nossa região. De festa, estamos fartos. O que devemos fazer é deixar Izaías livre para tocar a vidinha dele fazendo o Festival de Música e Arte, o Festival de Seresta, o São João nos bairros, enfim, sem ser deputado ele ficará com muito mais tempo para criar outras festas para a nossa cidade.

 

Deixem a vaga na Assembléia, para quem realmente queira ser deputado.

 

 

Izaías alegre



Escrito por Observador às 10h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TCE encontra irregularidades em licitação da prefeitura

 

Em virtude da análise realizada pelos técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE) no edital da Concorrência Pública nº 002/2009 da cidade de Garanhuns, a Prefeitura Municipal anulou o certame, cujo valor estava estimado em R$ 34.351.000,00. O objeto dessa licitação era a contratação de empresa de engenharia para execução, sob o regime de empreitada por preços unitários, de obras de pavimentação, drenagem e sistema de esgotamento sanitário em diversas vias do município. O edital foi analisado pelos técnicos da Inspetoria Regional de Palmares.

 

O exame realizado pela equipe técnica indicou as seguintes falhas no edital: a) ausência de elaboração de memórias de cálculos que justifiquem as quantidades de serviços lançadas na "estimativa de custo"; b) não apresentação de composições de preços unitários para todos os itens de serviços lançados na "estimativa de custo"; c) projeto básico com elementos insuficientes para caracterizar corretamente o objeto; e d) insuficiência de dotações orçamentárias para o grande porte da obra.

 

Após a conclusão da análise, os técnicos do TCE expediram em 28 de abril ofício solicitando esclarecimentos ao prefeito Luís Carlos de Oliveira, que decidiu antecipar-se e publicou no Diário Oficial do Estado do dia 1º de maio a anulação do certame, tendo por motivação a "constatação da ocorrência de imprecisões e falhas existentes nos documentos que compõem o instrumento convocatório".

 

Esse foi mais um resultado efetivo da Atuação Concomitante do TCE, que fiscaliza os atos dos gestores públicos no momento em que eles são praticados. O relator das contas do município de Garanhuns do exercício de 2009 é o conselheiro Romário Dias.

 

 



Escrito por Observador às 14h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Luiz deixa Rands chupando o dedo

Da última vez que o deputado federal Maurício Rands (PT) esteve em Garanhuns, ficou chupando dedo. O líder do governo Lula na Câmara dos Deputados procurou o prefeito Luiz Carlos na prefeitura e não o encontrou. Então fez o caminho que todo mundo já sabe. Foi tentar ser atendido pelo prefeito de uma das maiores cidades do interior pernambucano, dentro da farmácia dele. Resultado: sem sucesso.

Fontes do PT, que estavam com Maurício Rands, disseram que Luiz estava lá no escritório que fica nos fundos da farmácia e se recusou a atender o deputado. Isso nos leva a crer que o prefeito vai dar uma rasteira em Rands e deve ficar com Inocêncio Oliveira para deputado federal. Pelo menos até mudar de idéia.



Escrito por Observador às 13h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog